O Que São as Bandas de Bollinger

Visualizado 2917 vezes.

Um dos indicadores mais utilizados e até mesmo mais controverso são as Bandas de Bollinger.

Ouço muito se falar que a única função das Bandas de Bollinger é definir suportes e resistências para o ativo. Entretanto, entre a banda central (média móvel de 20 períodos) e as bandas superiores e inferiores (desvios padrão da média) estão contidas informações de muita importância para o analista verdadeiro.

Para Bollinger, muitas pessoas esperam que as Bandas de Bollinger sozinhas, ou talvez com o uso de indicadores, possam e devam proporcionar aconselhamento contínuo sobre o que fazer, só que  essa abordagem é bastante limitada e eventualmente levará a problemas.

Tenha em mente, que as bandas servem para ajudar a identificar a relação risco-retorno do investimento, a fim de avaliar os limites de volatilidade esperados para o ativo em questão e a capacidade dos preços atingirem o limite de volatilidade esperado. Esta é a definição correta usada por John Bollinger em 1980 quando ele desenvolveu esse indicador.

Entendendo Melhor

As Bandas de Bollinger são compostas, tradicionalmente, por uma banda central, representada pela média móvel de 20 períodos (podendo ocorrer variações), e duas bandas paralelas (superior e inferior). As linhas que formam o envelope em torno da média móvel são calculadas a partir do desvio padrão da banda central, a fim de estipular uma medida de dispersão e identificar o nível de volatilidade do mercado estudado.

Veja Também:  Avaliação de Ativos

De acordo com o próprio Bollinger, o ajuste das bandas pode ser alterado em função da média móvel utilizada, conforme a necessidade do investidor. Se a média móvel escolhida for de 10 períodos, o sugere-se ajustar as bandas paralelas com multiplicador de 1,9, enquanto para uma média móvel de 50 períodos, o multiplicador deve ser de 2,1.

Veja um exemplo de Banda de Bollinger aplicado a um determinado ativo no gráfico.

 

bandas de bollinger

Segundo Bollinger, Para ser bem sucedido, o investidor deve aprender a pensar por si. Isso é verdade porque eles são indivíduos únicos, com diferentes objetivos e diferentes critérios de risco-retorno.

Desta forma, antes de usar qualquer indicador técnico, pense e analise o mercado por você mesmo e somente em seguida dê ouvidos aos indicadores técnicos. Se ambos estiverem de acordo, você terá maiores chances de sucesso.

Grande abraço a todos!

Márcio Pulcinelli @ OminaVinct!


Valeu um café? Contribua com R$ 3,00 e ajude a manter o site no ar.



Visualizado 2917 vezes.