FLEX

Categoria para tratar assuntos sobre FLEX.

Atualizando Flex Framework para 4.1

Para dar início a este tutorial precisamos baixar do site Adobe Open Source, o pacote com o SDK da versão 4.1.

Devemos acessar a seguinte URL:

http://opensource.adobe.com/wiki/display/flexsdk/Download+Flex+4

Nesta URL encontraremos a seguinte tela:

image

Devemos baixar a versão que se encontra selecionada em vermelho “Adobe Flex SDK”.

Assim que finalizar o download, abra o arquivo no seu descompactador preferido (WinRar, Winzip, 7Zip e etc…)

o arquivo zip (flex_sdk_4.1.0.16032.zip) deverá ter a seguinte aparência.

image

 

Crie uma pasta no seu drive C: ou onde você achar que deve criar.

No meu caso criei dentro do Program Files (x86) “Arquivos de Programas” por questões de padronização.

“C:\Program Files (x86)\Flex\sdks\Flex 4.1”

image

 

Agora que já descompactamos nosso Flex 4.1 para a pasta local na nossa máquina, vamos dar início ao processo de configuração do Flash Builder 4.

image

 

Vamos Abrir o Flash Builder.

image

 

Assim que ele terminar a carga inicial do programa, será apresentada a janela principal da aplicação.

image

 

Para darmos início, vamos acessar o menu Window – > Preferences.

image

 

Após clicarmos em Preferencias, a janela de Preferências será aberta.

SNAGHTMLb52b57

 

Como podemos ver na imagem acima selecionado em vermelho, o item Flash Builder é o local onde vamos alterar algumas configurações.

Vamos selecionar o sub-item “Installed Flex SDKs”. Clicando nesse item, por default, são exibidos todos os SDKs que a instalação do Flash Builder faz.

Por esse motivo o nosso, vamos agora instalar o nosso SDK, que baixamos do site da ADOBE.

SNAGHTMLbc5f90

 

Basta clicar no botão “Add…” em seguida “Browse…” conforme a imagem abaixo.

SNAGHTMLbdc21a

SNAGHTMLc01bae

Selecionamos a pasta onde descompactamos o nosso arquivo Zip e clicamos em OK para todas as telas até voltarmos a tela principal das preferências.

 

SNAGHTMLc2b0ea

Selecionamos agora ao invés do Flex 4.0, o Flex 4.1 conforme a imagem acima. Clicamos no botão “OK” para finalizar a configuração e vamos testar.

Como podemos ver na tela Abaixo, nosso SDK foi configurado de forma correta e está aparecendo na lista de criação de projeto.

SNAGHTMLc6e5cf

 

Na tela abaixo podemos ver que as bibliotecas foram adicionadas ao nosso projeto.

SNAGHTMLc87fdd

 

Em seguida criamos o nosso programa, compilamos e publicamos na WEB para utilização.

Podemos ver abaixo nossa pequena página em Flex rodando normalmente com a atualização para a versão 4.1.

Espero que tenham gostado do artigo.

No próximo artigo vou falar um pouco sobre a integração do Flex com o SharePoint (2007/2010).

Até lá.

Para contato basta acessar aqui

Márcio Pulcinelli @ OminaVincit


Introdução ao ADOBE FLEX

Vou iniciar esse artigo falando sobre essa nova tecnologia desenvolvida com base no Adobe Flash.

Nunca houve uma época tão boa para ser um desenvolvedor de software. Eu tenho acompanhado desde meados dos anos 90 e visto que aplicativos baseados na Web têm percorrido um longo caminho no sentido de melhoria e renovação de tecnologia. Estamos numa época de ouro para o desenvolvimento de aplicações WEB. Agora você pode criar aplicativos que proporcionam ao usuário experiências riquíssimas, que podem ser disponibilizados através de um simples navegador web em qualquer computador do mundo.

Acredito que “Rich Internet Applications” (RIAs) não são apenas uma moda passageira, eles sinalizam a necessidade emergente por uma nova geração de poderosos aplicativos, que possivelmente levará a evolução da web para um patamar tecnológico bem mais elevado.

Pensando nisso a Adobe desenvolveu o FLEX, uma tecnologia de código aberto para desenvolvimento de aplicações RIA. Flex está na vanguarda desse movimento. Desenvolvedores de RIA estão criando aplicações que as pessoas não imaginaram ser possíveis até pouco tempo atrás.

Com o Flex, você pode criar completa linha de aplicativos em escala empresarial através da Web com muita interatividade assim como as melhores aplicações desktop. Flex permite multiplicar o poder da tecnologia Flash para fazer aplicações de grande porte com custo baixo e em prazos curtos.

Um ponto muito importante que eu acredito que seja um dos pilares da tecnologia FLEX é o fato de que o Flash é utilizado em quase todos os computadores conectados à Internet, desta forma você está desenvolvendo uma plataforma quase onipresente, sem nunca ter de se preocupar com diferenças de navegador e incompatibilidades como por exemplo o javascript.

A mudança para o Flex a partir de outras tecnologias Web significa que você pode se concentrar em criar aplicativos impressionantes ao invés de se preocupara com depuração em “n” diferentes navegadores e versões de navegadores.

E, sendo o Flex baseado em Flash, você pode adicionar instantaneamente vídeos e outras mídias em suas aplicações.

De forma a complementar e explicar de forma clara o conceito do Flex, estou adicionando abaixo um trecho do livro “Flex for Dummies” sobre o que é o Flex:

“Adobe Flex é uma plataforma de desenvolvimento de aplicativos que você pode usar para criar Rich Internet Applications (RIAs). Os aplicativos Flex são baseados na Web, mas eles fornecem níveis de interatividade imersiva e experiências de mídia rica que parecem torná-los mais como programas de computador que as tradicionais aplicações web. Flex é a tecnologia ideal para usar quando você quer criar a visualização de dados complexos, dashboards de desempenho, de experiências multimídia, e inúmeras outras aplicações interativas.”

O Que Você Precisa para Desenvolver Aplicações em Adobe Flex

Os tópicos abaixo são para os desenvolvedores que desejam começar a desenvolver uma aplicação Flex e querem saber o que eles precisam para desenvolver um aplicativo Flex.

Tudo que você precisa para desenvolver um aplicativo Adobe Flex:

1. Flex Software Development Kit (SDK) – Obrigatório, é a base do desenvolvimento FLEX.

2. Conhecimento de Action Script 3 e MXML – Obrigatório, mas se você já tem conhecimento em java, C++, e etc… o aprendizado em AS3 se torna quase que natural.

3. Flex Builder IDE – Opcional, pode ser utilizado qualquer IDE para Flex, tipo Flex Develop.

4. LiveCycle Data Services ou Blaze Data Service – Opcional, estes são serviço de acesso a dados.

5. Flash player – Obrigatório.

Como desenvolver usando tecnologia Flex?

De forma bem alto nível, para o desenvolvimento de aplicações Adobe Flex é necessário utilizar MXML e Action Script 3. Depois que o aplicativo é desenvolvido, você compilar o aplicativo usando o compilador do SDK em qualquer arquivo SWF ou CVS. O SWF é a forma compilada do aplicativo Adobe Flex e será executado no Flash Player.

Segue abaixo a arquitetura tecnológica apresentada pela Adobe para o desenvolvimento de RIAs e toda a infraestrutura que provê o suporte.

image

Primeiro Programa em Flex (Usando a versão 4.1)

Como todo bom primeiro programa em ambiente tecnológico, temos o nosso famoso “Hello World”, que no nosso caso é traduzido para nossa língua amada virando assim o “Olá Mundo”.

image

Para escrever o código desse nosso primeiro programa, estou usando o singelo software Flash Develop. Um bom aplicativo, mas com suas limitações.

Se executarmos o nosso programa pelo Flash Develop, ele é exibido pelo Flash Player, assim teremos como resposta a seguinte tela:

image

Nos próximos artigos teremos mais detalhes sobre programação em FLEX 4. Por hoje é só.

Abraços a todos.

Márcio Pulcinelli.